domingo, 2 de novembro de 2008

vício.

Ok, venho fazer um serviço de utilidade pública hoje. Venho aqui ajudar no diagnóstico de um dos maiores vícios da atualidade, muito pior que crack, heroína, maconha ou ácido: a série Twilight (Crepúsculo, em português), de Stephenie Meyer.

Ela é dividida em quatro livros: Twilight, New Moon, Eclipse e Breaking Dawn, e conta a história de Bella, uma garota que se muda para a cidade de Forks, em Washington. Lá, conhece Edward Cullens, que descobre ser um vampiro, e se apaixona por ele. A partir daí, sua vida nunca mais será a mesma. Os livros já são uma febre internacional. Foram vendidas 50 milhões de copías por toso o mundo, 8,5 milhões apenas nos Estados Unidos, e traduzidos para mais de 20 líguas diferentes.

Bom, então vamos ao que interessa. Percebi, recentemente, que estou irremediavelmente vidiada em Twilight e, com base nisso, ajudarei outros a identificarem a mesma situação. Você está locamente viciado (a) em Crepúsculo quando...

... quando perguntado sobre o que estava fazendo trancado em seu quarto por horas, responde algo como 'Conversando com a Bella'.

... procura focos de brilho durante dias ensolarados - algum vampiro pode estar por perto.

... tenta encaixar pessoas conhecidas nas descrições vampíricas do livro.

... pergunta se seus amigos conhecem pessoas muito³ brancas e, ante uma resposta afirmativa, perguntase elas brilham no sol.

... fica feliz com seu desequilíbrio. Quando virar vampiro, acaba mesmo!

... começa a relacionar passagens do livro com sua vida.

... lembra-se de reler um livro que adora, já que a Bella também o está relendo.

... quando começa a chover, começa a sugerir jogos de baseball, mesmo sem saber muito bem como jogar e sem ter coordenação motora para tal.

... quando te perguntam sobre o que quer no café da manhã, logo responde: omelete!

... chama seu amigo, de fome insaciável de lobisomem.

... você planeja visitar Forks.

... quer que seu filho ou filha tenha o nome de alguém da série.

... faz referências aos livros a todo instante, esquecendo-se de que nem todo mundo conhece essa maravilhosa série.

... procura por Volvos e por um Porshe amarelo na rua e, vendo-os, procura os donos.

... passa a não prestar atencção no que veste antes de sair de casa, porque estava ocupada demais lendo livro e não teve tempo e nem se lembrou de escolher roupar que combinassem, já que estava ocupada refletido sobre a última conversa entre Edward e Bella.

... pensa que a única declaração de amor válida é alguma das que Edward faz. Ou alguma que envolva a palavra Edward.

... fica deprimido com a prórpia vida, pois ela não chega aos pés da vida da Bella.

Esses são só alguns. Percebendo mais, edito. =)

4 comentários:

Brunín...® disse...

é por isso que vc está indo pelada nos lugares, né?

Brincadeira!! Você tá viciada memso... devia parar com isso, o Edward não existe

anna carolina disse...

existe siiiim!

Jessie disse...

Oi, meu nome é Jessica. Estou há 3 horas sem ler Eclipse, mas não pretendo esperar completar a 4! xP

valu disse...

ahhh ainda bem q n faço nada disso...
q tipo d gte procura brilhos na rua? ou entao pergunta se seus amigos conhecem gente mais branca?
eu hein...

bjooo