segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Eu sou a Anna, não ela!

Se eu tivesse uma irmã gêmea, com certeza eu falaria para ela ir no meu lugar em coisas que eu não quisesse ir nem por decreto, como o fim de um namoro. Ela ia, nem ficava tão chateada, já que não era com ela mesmo, e depois me contava como foi. Sem falar que ela iria ter muito mais frieza prá responder tudo o que eu quisesse dizer na hora, mas não conseguisse por estar me acabando de chorar.

Deixando o chororô de lado, eu também me divertiria horrores! Combinaríamos de falar ao mesmo tempo e fazer movimentos sincronizados. Isso! Começaríamos a fazer nado sincronizado, faríamos muito sucesso e compraríamos uma casa em Hollywood. Ok. Voltando para a realidade, apenas iríamos irritar muito as pessoas. Confundiria desconhecidos, amigos, parentes, até meus pais, que nunca saberiam quem é quem. Afinal, muita gente já quis ter um irmão gêmeo só pra dar uma de gêmeos Weasley em Harry Potter, deixando a mãe maluca ao fingirem que ela estava sempre enganada.

4 comentários:

Michelle disse...

Tem muitas coisas legais pra se fazer quando há alguém IDÊNTICO a vc!
a idéia do fim do namoro foi mto má hahaha mas com certeza eu enganaria parentes, amigos e inventaria coisas nerds e sincronizadas rs
ou vestiria a mesma roupa que a pessoa, só que com a meia ou um detalhe mto tosco diferente rs
seria legal *-*

bjoo

Ana Paula disse...

Ter irmã gêmea é bom quando se é criança, porque ai a gente nem tem noção das coisas direito, gostamos de sair com a mesma roupa, com o mesmo penteado, etc; mais a medida que crescemos vai ficando chato, ai queremos mudar pra não ficar tão parecida com a outra, pinta o medo de ser confundida pela galera ou até mesmo pelo gatinho né. Rsrs.

Beijos :*

Flá Costa * disse...

Hahahaha... adorei a ideia de fim de namoro.

Beijinhos*

ANA♥UPBREAK disse...

http://leticiaupbreak.blogspot.com/
adorei seu blog entra no meu!