terça-feira, 9 de junho de 2009

perfeição em pessoa.

A minha definição de namorado perfeito é bem simples. O cara tem que ser interessante. Viu? Quer coisa mas simples? Ele precisa ter, apenas, esse adjetivo. "E prá ser interessante?", você pode se perguntar. Ah, para isso, ele tem que ter só umas características básicas, coisa pouca. Inteligente. Quem aguenta namorar uma anta, que não vai saber nem conversar com você? Tem que saber falar de temas variados, sair do papinho "futebol e cerveja". Mesmo porque eu não gosto de nenhum dos dois. Ele tem que gostar de música, boa música. Não valem aqueles pagodeiros chatos que ficam entediados ao irem a um BOM show. E tem que gostar de livros, também. Não existe ninguém que realmente goste de livros e seja uma má pessoa. De preferência, pode ser bem magrelo. Não gosto de filhinhos-de-papai bombadinhos. Tem que se vestir bem, claro. Se tiver um jeito rebelde e ainda for bonito, melhor ainda! Ok, sou um pouquinho caprichosa. Deve ser por isso que sou solteira.

[pauta para a revista: como é o namorado dos seus sonhos?]

2 comentários:

O Frango... ® disse...

Só porque era uma pauta pra Capricho que não tem a palavra Tuomas nesse post. Caso contrário...

Jessie. disse...

ahauahauahaauhaa
concordo com o comentário do Brunin: senti uma descrição fiel ao estilo do Tuomas
Que tipo de livro ele gosta, Anninha? ;)